quinta-feira, 3 de junho de 2010

Comunidade Educacional das Trevas

Título: Comunidade Educacional das Trevas: Um alerta para pais, professores e alunos

Autores: Eliane Macarini, Vinícius (espírito)

Editora: Lúmen Editorial

Categoria: romance

Edição: primeira (2010)

Proposta:
Apresenta os bastidores da luta entre o bem e o mal no campo espiritual da educação dos jovens. Também busca abordar os principais problemas educacionais e de relacionamento.

Formato:
Tamanho médio com mais de 300 páginas para serem lidas em aproximadamente seis horas. É dividido em 33 capítulos e no começo de cada um os autores apresentam um trecho das obras de Kardec, especificamente do Livro dos Espíritos.

Linguagem:
Em geral, uma linguagem clara, simples e objetiva. Porém, algumas vezes, utiliza termos pouco comuns, sobretudo fora do ambiente espírita, como "miasma", "autocídio", "adictício". De qualquer forma, apresenta-se num correto e bom Português. No aspecto literário os diálogos se mostram um pouco pasteurizados quando poderiam auxiliar na caracterização das personagens.

Avaliação:
Entre os aspectos positivos do livro está o constante retorno aos textos de Kardec, especificamente ao iniciar cada um dos capítulos. Esta técnica, já empregada em outras publicações, dá uma orientação segura em direção aos aspectos mais básicos do conhecimento espírita.

Felizmente, os autores abordam importantes temas da atualidade como a importância da ecologia, as novas formações sociais, o relacionamento entre pais e filhos, a síndrome do pânico, a solidariedade, e a problemática das drogas.

Também especificamente na área da educação dos jovens o livro aborda questões como o aprendizado na infância, a qualidade e a influência dos jogos eletrônicos, a sensação de culpa, as causas da entrada no mundo das drogas, o papel da educação familiar, a socialização e motivos de exclusão social.

Embora não seja algo definitivo, os autores deixam claro que existe sempre a possibilidade de interferência dos espíritos no dia a dia dos nossos jovens tanto para o bem quanto para o mal. Aliás, esta "luta ferrenha entre o bem e o mal" (pag. 133) é o principal mote para o enredo do romance; e os autores carregam bastante nas tintas para descrever esta verdadeira guerra falando até em cães e armas para a defesa da Comunidade Educacional das Trevas.

Em determinado capítulo procura-se dar uma explicação física para as tempestades. Pode até ser interessante, mas não contribui com a proposta do livro. Poderia ter se dedicado mais a explicar como "a energia queimaria os miasmas" (pag. 149) ou então como os espíritos são afetados pelo "fogo etéreo" (pag. 159).

Discussão:
Há uma observação interessante na página 43 quando se afirma que entre os desencarnados "a ação direta do pensamento é um tanto utópica".

Os autores falam muito em energia, mas não explicam direito o que viria a ser isso. Por exemplo, há um texto confuso na página 65 quando falam em "acondicionar os miasmas em cilindros plasmados em energia semelhante".

Os autores abordam o recorrente tema dos resgates coletivos mas ainda permanecem presos a idéia de que é possível atrair um grande número de pessoas com "débitos semelhantes, porém não interligados" (pag. 166) para um mesmo trágico evento.

Na página 305 os autores afirmam que o espírito Tibério estaria "afastado de sua natureza divina" após "afastar-se do mal". Ora, o que seria afinal uma natureza divina?

É interessante observar que no final do romance a Comunidade Educacional das Trevas se transformou na Comunidade Educacional da Luz. Isto nos remete a velha idéia de que no final o bem vence o mal, mas não reflete os altos e baixos de uma luta como essa.

11 comentários:

  1. BOM AINDA NÂO LI O LIVRO MAS, FALARAM QUE É MUITO BOM ESTOU TENTANDO COMPRA-LO.

    ResponderExcluir
  2. Olá, Apaixonada por artes!

    Vale a pena ler o livro sim.

    Obrigado pelo comentário!

    ResponderExcluir
  3. Tomei conhecimento do livro em uma palestra com o Dº José luiz Ramos no Centro Espírita Mãos de Luz em Nova Friburgo. Sou educador e indico a leitura principalmente para pais e profissionais da educação.

    Forte abraço,

    Sérgio Pimentel

    ResponderExcluir
  4. Obrigado pelo comentário, Sérgio!

    Seja bem vindo ao blog!

    Vital.

    ResponderExcluir
  5. energia queimaria os miasmas, me lembra o fogo purificador dos livros de André Luiz.

    ResponderExcluir
  6. Li o livro e confesso que esperava mais dele. Enfim...sempre se aprende alguma coisa. Concordo com os seus comentários, Vital, muitos assuntos poderiam ter sido melhor explicados.

    ResponderExcluir
  7. Legal, Cândida! Obrigado por registrar sua opinião. Vital.

    ResponderExcluir
  8. Um ótimo Palestrante e Conferencista espírita, Adão Nonato, fala muito bem deste livro e disse que gostaria que pudéssemos lê-lo e também ajudá-lo a desenvolver o livro para passá-lo ao público. Ele faz o programa na rádio espírita BOA NOVA, 1450 AM, e quer fazê-lo para professores, educadores e pais, para alicerçá-los sobre o problema que enfrentam sem saber.

    ResponderExcluir
  9. Que legal, Roberto! Este livro é o mais popular deste blog. Com certeza vale a pena um estudo mais aprofundado. Volte sempre!

    ResponderExcluir
  10. Tá aí o senhor Adão falando mais uma vez do livro: http://www.radioboanova.com.br/site/ouvir.php?arquivo=http://www.radioboanova.com.br/programasgravados/2013/04/039080413.mp3

    ResponderExcluir
  11. Como professora da Rede Pública Estadual acredito que a educação espiritual se faz necessária pois a mudança de planeta de provas e expiações a Terra esta sendo transformada em planeta de regeneração .Alguns estão como ultima oportunidade essa encarnação. Somente com muito conhecimento de causa poderemos ajudar -nos mutuamente.

    ResponderExcluir