sábado, 4 de julho de 2009

Afinal, espiritismo é religião?

Título: Afinal, espiritismo é religião?
A doutrina espírita na formação da diversidade religiosa brasileira

Autor: Célia da Graça Arribas

Editora: Universidade de São Paulo - Biblioteca Digital de Teses e Dissertações

Categoria: pesquisa (dissertação de mestrado)

Edição: publicada em 2009

Proposta:
A proposta desta dissertação de mestrado é reconstruir o processo de desenvolvimento do Espiritismo no Brasil sobretudo no seu nascimento. Para tanto, a autora levanta informações de fontes diversas e, em especial, aquelas que abordam os aspectos religiosos.

Formato:

Esta dissertação de mestrado tem o formato padrão de um trabalho acadêmico. É composta por mais de 200 páginas distribuídas em quatro principais capítulos: A "Reforma" espírita, "Pelo fruto se conhece a árvore" ou o critério das escolha dos intelectuais, A produção de um espiritismo religião, "Fora da caridade não há salvação".

No primeiro capítulo a autora faz um resumo histórico do Espiritismo na França e da sua entrada no Brasil. No segundo capítulo são abordados os primeiros anos do Espiritismo em terras brasileiras onde se destaca a adesão de Bezerra de Menezes e as primeiras disputas entre as vertentes espíritas. No terceiro capítulo a autora desenvolve o processo da consolidação de um espiritismo religioso ou, em suas palavras, um processo de religiosificação. No último capítulo é proposta uma relação entre as práticas espíritas e esta consolidação do aspecto religioso.

Linguagem:
Ainda que um trabalho acadêmico exija um certo rigor na linguagem a autora consegue ser bastante didática e simples na sua forma de se comunicar.

Avaliação:
Esta obra se baseou em um extenso e relevante material de pesquisa. A partir de biografias, publicações espíritas e não espíritas, periódicos, e sites a autora encadeia as informações levantadas e reconstrói o processo de desenvolvimento do Espiritismo no Brasil.

Com um cuidado especial, a autora apresenta vários detalhes dos primeiros anos do nascimento do Espiritismo abrangendo as principais pessoas, as principais instituições, os principais periódicos e as disputas pela hegemonia do pensamento espírita.

Este trabalho é muito didático e oferece ao leitor a oportunidade de compreender melhor as origens do Espiritismo ao mesmo tempo em que permite identificar os elementos para a compreensão daquilo que somos atualmente. Isto é, cada elemento revelado no passado nos mostra com mais transparência a razão de termos um Espiritismo mais ou menos religioso.

E, finalmente, esta compreensão da nossa realidade atual é a base fundamental para a construção ou mesmo descoberta de novos caminhos para o Espiritismo.

21 comentários:

  1. Pude ter o privilégio de ler esta dissertação e, de fato, trata-se de um trabalho muito bem escrutinado e articulado.

    A autora está de parabéns pelo levantamento realizado.

    ResponderExcluir
  2. O Espiritismo é uma religião, mas a unica religião que liga o Homem a Deus chama-se Jesus Cristo. Por que religião no latim Religaire (religar) e Jesus religa o homem pecador a Deus. Portanto o espiritismo não segue nenhuma doutrina cristã já pelo o fato de cer na doutrina da reencarnacão. Segundo a celia, houve debate na igreja catolica sobre este assunto, pois é houve sim em 553 d.C pelos os padres e alguns irmãos , mas no Segundo Concílio de Constantinopla foi uma heresia. Primeiro a Igreja catolica neste ano ja não seguia a Biblia corretamente, ja deturbava a palavra de Deus e por isso essa heresia empregada .por que aproximadamente em 430 d.C ja comeca a assender vela para defuntos e rezar por eles entre outras heresias de perdicão. Mas o espiritas coloca João Batista como a reencarnacão de Elias, mas ele num foi reencarnacão de ninguém por que o proprio joão Batista fala que Ele não é Elias EVANGELHO DE JOÃO CAP. 1. 20 e outra passagen que refuta a esta doutrina HEBREUS 9.27 .
    Quando o Senhor Jesus falou a nicodemos sobre a regeneracão é sobre uma nova pessoa, um pecador que não vai ser mais pecador nascido do batismo uma nova pessoa GALATAS 2.20.
    Agora uma refutacão cientifica:
    Como podemos ressucitar no mesmo corpo se a ciência já provou que o ciclo do Oxigënio, Nitrogenio, etc. Todos os nossos componentes do corpo retornam a Natureza. O Homem não pode ressussitar no mesmo corpo após anos, pois seus atomos estarão sendo utilizados em outros compostos organicos.

    Olha o que a Biblia diz : e o pó volte para a terra como era, e o espírito volte para Deus que o deu. Eclesiaste 12.7

    Abracos A Paz de Cristo

    denismonteirok@hotmail.com

    ResponderExcluir
  3. Obrigado pelos comentários, Denis!

    Esta última passagem bíblica é bem interessante porque contradiz a idéia da ressurreição.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Ola, Vital ... bom na verdade refuta a reencarnacão.....mas uma pergunta cristo ressucitou?....Sim ... olha o que a biblia diz : Mas se não há ressurreição de mortos, também Cristo não foi ressuscitado. 1Corintios 15.23.
    Mas a ressureicão da volta de Jesus será uma incorruptivel(Sem Pecado) Olha o que diz em Romanos 6.5 Porque, se temos sido unidos a ele na semelhança da sua morte, certamente também o seremos na semelhança da sua ressurreição;

    E em 1Corintios 15.42 Assim também é a ressurreição, é ressuscitado em incorrupção.

    a ressureicão que a Biblia diz e para ser arrebatados e não para viver aqui na terra com um ser humano normal.. como diz a reencarancão.

    leia 1 corintios 15.43 Semeia-se em ignomínia, é ressuscitado em glória. Semeia-se em fraqueza, é ressuscitado em poder

    para entender melhor:
    na questão de que forma a pessoa morreu, para Deus não importa , por que a sua propria Palavra diz : 1 Corintios 15.35-38
    Mas alguém dirá: Como ressuscitam os mortos? e com que qualidade de corpo vêm?
    36 Insensato! o que tu semeias não é vivificado, se primeiro não morrer.
    37 E, quando semeias, não semeias o corpo que há de nascer, mas o simples grão, como o de trigo, ou o de outra qualquer semente.
    38 Mas Deus lhe dá um corpo como lhe aprouve, e a cada uma das sementes um corpo próprio.

    Se crermos na teoria da reencarnacão, anularemos totalmente a Morte vicaria de Cristo que foi nosso cordeiro pascoal que morreu pelos nossos pecados 1 João 2.2.

    Por que se a pessoa reencarnar para pagar aquilo que fez aqui na terra estará anulando o sacrificio de Cristo. Este dito popular é engano "quem faz aqui paga aqui", sabe por que, a Bíblia diz que o pecado procede o juízo .

    Reencarnação não é ressurreição.

    Abraços . Denis!

    ResponderExcluir
  5. Olá, Denis!

    Embora você tenha colocado várias passagens bíblicas e se esforçado em me explicar o que é a ressurreição, eu não consegui compreender direito o que você entende por ressurreição na prática.

    No seu entendimento como seria o ciclo de vida de uma alma? Por quais etapas ela passa em sua vida? Quais corpos ela possui?

    Abraço e obrigado pela oportunidade do diálogo!

    ResponderExcluir
  6. TESES ESPÍRITAS À LUZ DAS ESCRITURAS SAGRADAS

    1. Deus existe, mas está longe demais, e só se manifesta por meio de intermediários, que são os espíritos-guias. Sendo assim Deus é inatingível.

    — Refutação Bíblica:

    Deus condena à prática da mediunidade que consulta espíritos-guias e mortos – Lv 19.31, Lv 20.6 e Is 8.19 e 20.
    Deus nos exorta a não ouvir espíritos enganadores – I Tm 4. 1 e 2, Gl 1.8 e II Co 11.14.
    Deus nos busca, quer comungar conosco e nos é acessível através de Jesus Cristo – Is 55. 6 e 7; Is 59. 1 e 2; Jo 1.14, 4.23, 14.6-11, 14.23 e Hb 1.1.

    ResponderExcluir
  7. 2. Possibilidade de comunicação de mortos com vivos.

    E ainda pregam o valor das preces pelos mortos e espíritos sofredores.

    — Refutação Bíblica:

    Como temos ensinado o espiritismo tenta dar respostas para problemas embaraçosos por meio da magia e invocação de espíritos. E um desses problemas é a morte. Muitas pessoas iludidas tentam se comunicar com o avô, pai, filho e etc.

    A consulta aos mortos está proibida nas Escrituras – Dt 18.10-12 e Is 8.18 e 19.

    Os mortos não sabem o que acontecem na terra – Ec 9.5 e 6, Sl 88.10-12 e Is 38.18 e 19.

    Os mortos não podem ajudar os vivos – Lc 16.19-31

    A vida no porvir é conseqüência da nossa decisão na terra.

    Se fosse possível que o espírito dum falecido pudesse ajudar os vivos, Deus teria permitido que Lázaro ou o próprio homem rico, ou melhor, o pobre homem rico ajudasse seus parentes.

    Tudo quanto o homem precisa a saber para sua salvação está registrado nas Escrituras.
    É impossível minorar o sofrimento de um ser humano condenado eternamente.

    Os vivos não podem ajudar aos mortos (Hb 9.27, Jo 3.18 e 19 e Es 12.7) Os mortos não podem se arrepender. Aquele que se arrepende abandona o pecado e volta para Deus. Os mortos não podem fazer isto. Como poderá um espírito arrepender-se de praticar o mal, se ele não tem condição de praticá-lo?

    ResponderExcluir
  8. 3. Reencarnação

    É a crença no retorno do espírito à vida terrena, em um corpo humano, ora para purificar as más ações na vida anterior, ora para cumprir uma missão especial. Seria um meio de purgar os pecados e evoluir moralmente e espiritualmente. Sendo o número de reencarnações sem limites definidos.

    O espiritismo classifica os espíritos em quatro categorias: imperfeitos, bons, superiores e puros. Podendo o espírito galgar sozinho as “categorias espirituais” através das boas ações e sucessivas reencarnações.

    — Refutação Bíblica:

    Essa tese tenta anular o valor do sacrifício de Jesus. Se o homem pode reencarnar-se porque Jesus morreria por nossos pecados? A reencarnação é mentira do diabo. Jesus é o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo – Jo 3.29, Mt 20.28, I Pe 2.21-25, II Pe 2.1 e Cl 2.14.

    A Bíblia declara claramente que quando o homem morre só duas coisas acontecem: o corpo volta ao pó e o espírito volta a Deus (Ec 12.7).

    A Bíblia declara claramente, também, que ao homem está ordenado morrer uma só vez (Hb 9.27).

    A Bíblia declara claramente, também, que a salvação só se alcança mediante a fé, e nunca por méritos ou boas obras: Jo 3.16, At 16.30 e 31 e Ef 2. 8 e 9.

    Os espíritas tentam dar um sentido bíblico a doutrina da reencarnação. É bom lembrar que estes não aceitam a inspiração divina da Bíblia mas usam-na apenas para interpretações fora do contexto. Lançam mão do capítulo 3 de João para dizer que Jesus ensinou sobre a reencarnação. Usam a versão do Padre Antonio Pereira de Figueiredo que no versículo 3 traduziu: “...renascer de novo”. Enquanto em nossa versão está escrito: “...nascer de novo”. Ora, o padre tradutor cometeu uma tremenda redundância. E ainda fica claro que Jesus não falou de um novo nascimento carnal, mas sim, da necessidade de um nascimento espiritual.

    Vejamos: Jo 3.3-8 e Jo 1.12 e 13.

    Kardek no “Evangelho segundo o Espiritismo”, um dos seus livros, afirmou que o “Espiritismo não ensina nada contrário ao ensinamento de Cristo, mas o desenvolve, completa e explica o que foi dito sob forma alegórica”. Partindo desse princípio, o espiritismo julga ser, ele próprio, a “terceira revelação”. Nós temos visto justamente o contrário neste estudo. O espiritismo adultera a Bíblia ao seu bel-prazer e vai contra o que Jesus ensinou. E nesse “espírito adulterador” afirmam que João Batista é a reencarnação de Elias (Ml 4.5 e Mt 17.10-13).

    ResponderExcluir
  9. Refutação Bíblica:

    Elias não poderia ter reencarnado porque não morreu mas foi arrebatado (II Rs 2.11).

    Se João Batista fosse a reencarnação de Elias, aquele que teria aparecido no monte da transfiguração, deveria ser João Batista e não Elias (Mt 17.1-3). Pois de acordo com a doutrina espírita: a última pessoa reencarnada é que deve aparecer.

    A Bíblia fala que João Batista teve um ministério parecido com o de Elias (Lc 1.17). Este versículo será completamente esclarecido se comparado com a história de Elias e Eliseu (II Rs 2.9-15).

    Os judeus não criam em reencarnação, e sim na ressurreição dos mortos (Lc 9.7-8 e Mc 6.14-16).

    João Batista disse claramente que não era Elias (Jo 1.21).

    A tese da reencarnação é a principal doutrina do espiritismo (ao mostrarmos que a reencarnação não existe, todo pensamento espírita perde o sentindo de ser). Baseando-se nesta doutrina, muitas outras teses espíritas são formadas.

    ResponderExcluir
  10. Vejamos algumas:

    A existência de outros mundos – Os espíritas crêem que existem outros mundos onde habitam os espíritos em vários estágios de evolução espiritual. Conforme o “aperfeiçoamento”, os espíritos são transferidos para mundos diferentes. Usam João 14.2 como base bíblica. Fica claro que a referência de Jesus a muitas moradas é para dar a idéia da amplitude do céu.

    A Bíblia ensina que existem dois destinos finais para os que morrem: céu e inferno. Enquanto os espíritas dizem que o inferno é aqui mesmo. (Mt 13.38-43, Jo 3.18, Lc 23.43 e Ap 21.8).

    Jesus foi um espírito evoluído – O espiritismo nega a divindade de Jesus alegando que este era um espírito em alto grau de desenvolvimento. A Bíblia não deixa dúvida que Jesus é o filho de Deus que se tornou carne para ser o substituto da raça humana cravando os pecados da mesma na cruz (Mt 1.23, Mt 16.15-17, Jo 1. 1 e 14, Jo 10.30, Jo 14.7-11 e I Pe 2.24).

    ResponderExcluir
  11. Conclui-se que a tese da reencarnação é a principal doutrina do espiritismo e que outras doutrinas dependem deste para ter algum sentido. Continuaremos a estudar sobre doutrinas espíritas que partem do princípio que a reencarnação existe.

    Os anjos são espíritos evoluídos – No livro O Céu e o Inferno, Kardek afirmou que: “os anjos são almas de homens chegados ao grau de perfeição que a criatura comporta, fruindo em sua plenitude a prometida felicidade.

    Por sua vez a Bíblia, a Palavra de Deus, afirma que anjos são anjos e homens são homens. Ou seja, são duas criações distintas de Deus. Vejamos resumidamente o que a Bíblia fala sobre anjos. Os anjos foram criados por Deus (Ex 20.11, Ne 9.6 e Cl 1.16) e já existiam quando o pecado entrou no mundo. Tanto que após a queda de Adão e Eva, foram investidos da missão de guardar o caminho que conduzia à árvore da vida (Gn 3.24). Eles são mensageiros e ministros de Deus (Hb 1.14, Sl 91.11 e Sl 34.7). E é bom dizer que a Bíblia não nos autoriza a orar pedindo anjos e condena terminantemente o culto dirigido aos mesmos (Cl 2.18 e Ap 22.8 e 9).

    O diabo e os demônios são vistos como espíritos inferiores – Os espíritas não crêem na existência do diabo e dos demônios, esses são vistos como símbolos de todos os espíritos imperfeitos que não alcançaram o desenvolvimento. Alziro Zadur, renomado espírita brasileiro, afirmou que: “Satanás é nosso irmão, por quem devemos orar, uma vez que poderá entrar novamente no círculo de evolução espiritual e tornar-se um espírito perfeito e puro.”

    Por sua vez, a Bíblia mostra que o diabo e os seus demônios foram anjos que se rebelaram contra Deus. E por isto foram expulsos do céu (Is 14.12-17, Ez 28.13-17 e Jd 6). E que estão condenados para todo sempre aguardando a execução da sentença (Jo 16.11, Lc 10.18, Jo 12.31, Cl 2.14 e 15, II Pe 2.4 e Ap 20.10).

    ResponderExcluir
  12. 4. Fora da caridade não há salvação

    O espiritismo prega que a salvação é adquirida pelo esforço humano. Pregam que através da reencarnação e da prática de caridades o homem conseguirá a salvação. Enquanto as escrituras mostram que a salvação é dom gratuito de Deus que é recebida pela fé.

    Rm 3.10-12 e 23-28; Ef 2. 8 e 9

    ResponderExcluir
  13. Oi, Denis!

    Sobre a reencarnação eu até já tenho muita informação. O que gostaria de saber mesmo é sobre a ressurreição.

    Você poderia me explicar como ela se dá na prática? Quando acontece? Como acontece? Quem sabe eu não me convença de sua realidade se você me explicar detalhadamente.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  14. leia a biblia na epistola de 1º corintios cap 15 inteiro, ela lhe dara a resposta concreta , leia tambem 1º tessalonicense inteiro ela lhe dara a resposta. e entenda é Deus falando com a Sua palavra e não um teologo ou qualquerlider religioso.

    ResponderExcluir
  15. Olá, Denis!

    Obrigado pelas indicações! Se possível gostaria que você me ajudasse a entender alguns dos versículos.

    1 Coríntios 15
    44 Semeia-se corpo natural, ressuscitará corpo espiritual. Se há corpo natural, há também corpo espiritual.

    Neste versículo dá a entender que no processo de ressurreição as almas irão receber um corpo espiritual. É isso? Se a resposta for positiva então antes disso as almas dos mortos não possuem corpos espirituais?

    1 Coríntios 15
    52 Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.
    1 Tessalonicenses 4
    16 Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.

    Nestes dois versículos parece que se anuncia um dia ou momento que todos (homens e almas) ressuscitarão com a chegada do Cristo... é isso mesmo?

    1 Tessalonicenses 4
    17 Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.

    Neste versículo dá a entender que no dia da chegada do Cristo os que estiverem vivos serão arrebatados. Mas o que significa ser arrebatado? Os corpos destes homens serão os mesmos ou suas almas sairão de seus corpos materiais para se ligarem a novos corpos espirituais?

    Infelizmente, ainda não consegui entender para onde irão os ressucitados... eles irão para um novo mundo? ou ficarão vivendo aqui mesmo na Terra?

    Uma outra dúvida minha é em relação aos que morrem... enquanto não chega o dia da ressurreição eles ficam dormindo? em que lugar ficam? todos os homens que viveram na Terra e já morreram continuam esperando o dia da ressurreição?

    Abraço e desculpe pelo monte de perguntas!

    ResponderExcluir
  16. Ola, fico agradecido a Deus que essas duvidas surgiram.... bom vamos la.

    1 corintios 15.44 os espiritos dos mortos possuem um corpo sim, esta pergunta juntamente com a sua ultima é praticamente a mesma, quem morrer com Cristo como seu Unico Salvador vai para o Paraiso mas quem morrer sem Cristo vai pra o HADES/SHEOL/ Inferno leia Lucas 16:19-31

    A Outra : Todas os que morreram com Cristo como seu Salvador pessoal

    Arrebatamento significa arrancar com ira ou rapidez"num piscar de olhos.." e os corpos sera transformado como o De Cristo um corpo glorificado sem pecado 1 corintios 15. 50 E agora digo isto, irmãos: que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herdar a incorrupção. 1 corintios 15 53-54 Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista da imortalidade.
    E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória.

    Os ressurretos irâo para o ceu com Cristo 2 corintios 5.8 Mas temos confiança e desejamos antes deixar este corpo, para habitar com o Senhor.

    Que Deus lhe abençoe..e se quiser pode fazer mais perguntas que a biblia responde e lhe mostra o seu Salvador de sua vida JOÃo 14.6

    ResponderExcluir
  17. Oi, Denis!

    Desculpe a minha falta de familiaridade com o conceito da ressurreição, mas ainda continuo com algumas das dúvidas. Vou tentar ser o mais claro possível nas perguntas para permitir que você responda de modo mais fácil. Vou enumerá-las também... por favor, ao responder indique o número da pergunta. Vamos lá:

    1. De acordo com a Bíblia a ressurreição dos mortos acontecerá de uma vez só?

    2. Há alguma previsão para acontecer a ressurreição dos mortos?

    3. Quando acontecer a ressurreição dos mortos o que acontecerá com aqueles que estão no Paraíso? E o que acontecerá com aqueles que estão no Inferno?

    4. Após acontecer a ressurreição a Terra ficará sem nenhum habitante?

    Abraço e obrigado mais uma vez!

    ResponderExcluir
  18. Ola vital, vamos la vou tentar ser claro com você e espero que o Espírito Santo de Deus lhe faça entender.

    1: sim, de uma só vez, mas haverá a segunda ressurreição, a primeira é pra a primeira volta de Cristo, entre neste site http://www.respondi.com.br/2009/06/quem-participa-da-primeira-ressurreicao.html

    2: não ha previsão pra a volta de Cristo, Mt 25.1-10

    3: Eles ressuscitarão pra o trono branco de Cristo 2 coríntios cap 5 e os que ficarem ou estiverem no inferno permanecerão até o juizo final leia apocalipse

    4: haverá habitante sim , haverá a grande tribulação onde reinará o anti cristo 2 tessalonicenses

    espero que tenha ajudado qualquer duvida me pergunte e lhe darei respostas concretas e sinceras pra sua maior informação abraços a Paz de Cristo

    ResponderExcluir
  19. Oi, Denis! Feliz ano novo!

    Fiquei com dúvidas no item 1 e 4:

    1. No link que você indicou está falando que "a primeira ressurreição inclui Cristo e todos os que verdadeiramente morreram na fé, embora ressuscitem em diferentes momentos". Está diferente do que você respondeu... de que a ressurreição aconteceria de uma vez só. Fiquei um pouco confuso.

    4. Este período da grande tribulação onde reinará o anti cristo está entre a primeira e a segunda ressurreição? Se sim, depois da segunda ressurreição continuará havendo habitantes na Terra?

    Abraço!

    ResponderExcluir
  20. Ola vital, A Biblia diz em I corintios cap 15 . 50-52 e tbm em I Tessanolicensses 4.16-17 que os que morreram em Cristo ressucitarão primeiro e os que ficar vivos serão transformados e arrebatados juntamente com Ele nos ares.

    Sim quando a igreja for arrebatada ai comecara o anti cristo.

    entre neste link para maior informacão sobre o mesmo http://www.jesusvoltara.com.br/estaescrio/14_passo_liberdade.htm

    ResponderExcluir
  21. Oi, Denis!

    Obrigado pela paciência comigo. O site que você indicou ajuda bastante a entender este assunto.

    Abraço!

    ResponderExcluir